30 de jun de 2011


Cuidando do seu pet no inverno


O friozinho tá dando as cara, né? No inverno precisamos tomar alguns cuidados com os nossos animais de estimação.
Para quem tem cães ou gatos, o mais recomendável é que eles permaneçam o máximo de tempo possível dentro de casa.
Assim o risco deles pegarem doenças ou se machucarem é reduzido. Se seu bichano costuma sair de casa, fique atento. No inverno é natural que eles escolham lugares quentinhos para se protegerem no frio.

Longe de casa, eles podem escolher ambientes nada agradáveis que podem conter inúmeros perigos. Nos becos mais escuros (e quentinhos) se escondem muitas bactérias, vermes, pulgas, carrapatos e também outros animais (provavelmente de rua) que queiram brigar pelo seu território.

O perigo não acaba por aí. O olfato dos animais também fica bem prejudicado no frio, facilitando assim, que seu animal se perca ao tentar voltar pra casa. No inverno a incidência de cães perdidos aumenta bastante, justamente por este caso.Mas não é só na rua que seu pet corre riscos. Acidentes domésticos também são bem comuns nesta época do ano. Por isso é bem importante tomar alguns cuidados básicos:

Ao dar banho no seu animal, verifique bem a temperatura da água. Não é porque está muito frio que a água deve estar muito quente. O ideal é esperar o clima esquentar um pouco para dar banho no seu bichinho. Caso seja inevitável a espera, procure um Pet Shop ou limpe o bichano com paninho úmido onde a sujeira estiver acumulada.
Cuidado ao ligar o carro. Muitos animais procuram abrigo próximo ou dentro de carros no inverno. Os cães costumam deitar embaixo e os gatos entram no capô, para se aquecer perto do motor. Para evitar acidentes, observe sempre se não há nenhum “dorminhoco” embaixo do carro ou no motor. Vale dar uns tapinhas no capô e esperar pra ver se nenhum gatinho sai de lá.

Vacinas de gripe também existem para animais. Vale a pena procurar algum Pet Shop de sua confiança e se informar.
Procure deixar sempre um lugar aquecido para seu bichinho dormir. Seja dentro de casa ou no seu quintal. Assim, a chance dele procurar abrigo fora diminui bastante. Lembre-se que a noite as temperaturas caem muito e seu animalzinho pode ser pego de surpresa.

Roupas para animais também são válidas, mas veja se seu animal consegue se adaptar e se sentir confortável com ela. Muitos animais sofrem com roupas apertadas, que pinicam ou limitam seus movimentos. Lembre-se que eles já tem pelos para seu aquecimento natural, ou seja, às vezes o que é frio para você, pode não ser tanto para ele. Vale lembrar também que existem milhões de modelitos para cães e gatos, para todos os gostos (dos donos) e o que pode ser muito fofo para você, pode ser odioso para seu pet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário